O matemático vai à praia

Na areia da praia, a brincadeira pode ser fazer estimativas.

Nessas férias, vi duas crianças na praia deixando uma areia fina escorrer pelas mãos, enquanto conversavam assim:

 

– Quantos grãos de areia será que tem nessa praia?

– Deve ter um milhão… Não… Um bilhão! Não… Um trilhão! Não… Sei lá!

– Deve ser um número tão grande que nem tem nome.

– Ou então é infinito!

– E infinito é um número?

– Sei lá!

 

Essa conversa me fez lembrar que as crianças são especialistas em pensar tarefas que parecem impossíveis. Mas você sabia que alguns cientistas também adoram esse tipo de brincadeira?


pedro_roitman

Pedro Roitman,
Instituto de Matemática,
Universidade de Brasília

Sou carioca e nasci no ano do tricampeonato mundial de futebol – para quem é muito jovem, isso aconteceu em 1970, século passado! Enquanto fazia o curso de Física na universidade, fui encantado pela Matemática. Hoje sou professor.

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

CONTEÚDO RELACIONADO

Aves que semeiam

Sabia que algumas aves têm a capacidade de semear? Vamos descobrir quem são elas e como fazem brotar novas plantas!

Quando as mãos falam

Quem quer saber mais sobre a Libras, a Língua Brasileira de Sinais?