Pequenos gigantes

Mesmo formadas por uma única célula, algumas algas e bactérias podem ser vistas a olho nu

Por volta de 1663, o jovem cientista inglês Robert Hooke observava diferentes objetos em um microscópio que ele mesmo havia construído. Ao observar uma fina lâmina de cortiça, ele percebeu que aquele pedaço de casca de árvore era constituído por inúmeras e minúsculas cavidades – o formato lembrava os quartos de um mosteiro (lugar que abriga monges), chamados de celas. Por isso, ele resolveu chamar aquelas estruturas de células.

As células são as menores unidades da matéria viva. Em outras palavras, são como pequenos tijolos que formam as estruturas de todos os organismos. Plantas, animais e fungos são formados por um número incontável de células. O corpo de um humano adulto, por exemplo, tem mais de 30 trilhões de células!

O tamanho da grande maioria das células não passa de 100 micrômetros (que é a milionésima parte de um metro), ou seja, muito pequeno mesmo, o que quer dizer que só podem ser observadas com a ajuda de microscópios. Mas existem exceções! Algumas células são grandes o bastante para serem vistas a olho nu, como os neurônios de lulas ou os óvulos (responsáveis pela reprodução nas fêmeas) de alguns animais, como as aves. Ao quebrar um ovo de galinha, dá pra enxergar esta célula como uma manchinha branca que fica por cima da gema. 

Alguns organismos unicelulares, ou seja, aqueles formados por uma única célula, também podem ser grandes o bastante para serem vistos a olho nu. Algumas bactérias estão neste grupo, sendo que a maior delas, chamada Thiomargarita magnifica, foi descoberta nos mares do Caribe em 2022 e tem o tamanho de um cílio humano!

A maior bactéria do mundo (Thiomargarita magnifica) pode ser vista facilmente a olho nu, porque tem o tamanho de um cílio humano.
Foto Jean-Marie Volland Berkeley Lab

Mas quando se trata de gigantes unicelulares, as algas são as campeãs. A alga conhecida como olho-de-marinheiro (Valonia ventricosa) leva este nome porque é constituída por uma única célula esférica que pode ter o tamanho de um globo ocular humano! Existem ainda as algas cálice-de-vinho-da-sereia (Acetabularia spp.), com um formato inovador para quem tem apenas uma única célula: lembram um pequeno cogumelo de até dez centímetros de comprimento!

Os maiores seres unicelulares são algas marinhas, como a olho-de-marinheiro (A) e a cálice-de-vinho-da-sereia (B).
Fotos ritirene/iNaturalist (A) e Yves Bas/ iNaturalist (B)

vinicius_novo

Vinícius São Pedro,
Centro de Ciências da Natureza,
Universidade Federal de São Carlos

Sou biólogo e, desde pequeno, apaixonado pela natureza. Um dos meus passatempos favoritos é observar animais, plantas e paisagens naturais.

Matéria publicada em 01.12.2023

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

Quem protege os meros?

Peixes que podem ser maiores do que humanos estão ameaçados de extinção.

Mar, misterioso mar!

Cheio de vida e de surpresas, o oceano mexe com a imaginação da gente.