Tubarões fora de forma

Maus hábitos alimentares podem ser prejudiciais à saúde até entre os maiores predadores.

É verdade que algumas espécies animais têm se adaptado relativamente bem à vida nos ambientes urbanos. Mas, em um ambiente tão adverso, muitas vezes exposto a diferentes tipos de poluição e impactos, sobreviver não quer dizer levar uma vida plena e saudável.

Um estudo recente, liderado por cientistas brasileiras, mostrou como alguns maus hábitos da vida nas cidades podem ser prejudiciais à saúde… de tubarões! E dá pra imaginar que não deve ser nada fácil realizar uma pesquisa como esta, né?

Para começar, foram capturados dezenas de tubarões no litoral da Flórida, nos Estados Unidos. Como forma de avaliar o estado de saúde e nutrição dos tubarões, foram registradas as medidas corpóreas de cada um, além de coletadas amostras de sangue para análise em laboratório. Os dados de tubarões “urbanos”, isto é, capturados próximo à cidade – no caso, de Miami –, foram comparados com os de tubarões que vivem em mares mais preservados e distantes de centros urbanos.

A primeira coisa que o grupo de cientistas percebeu é que os tubarões urbanos estão mais pesados. É difícil afirmar se isso indica que eles são mais gordos ou mais fortes, mas é certo que os tubarões comem mais quando vivem perto das cidades. Uma possibilidade é que o alimento seja mais facilmente encontrado nos mares urbanos, onde restos de peixes são constantemente descartados por pescadores e o próprio esgoto atrai e reúne muitos peixes menores. Assim, os tubarões não precisam “correr atrás” da comida.

O tubarão-galha-preta (Carcharhinus limbatus) é uma das espécies que podem estar ficando menos saudáveis por viverem
próximo a cidades.
Foto Ray in Manila/Flickr

O problema é que muita comida não garante boa saúde. Se as presas são abundantes e fáceis de capturar, os tubarões não precisam se esforçar muito e, com isso, fazem pouco exercício físico. Pra piorar, os tubarões urbanos mostraram níveis mais altos de gordura saturada no sangue, um componente alimentar que pode ser muito prejudicial à saúde quando ingerido em excesso. 

É preciso lembrar que impactos como a pesca predatória – – aquela feita de modo insustentável pelos humanos – – tem têm diminuído a abundância de peixes nos habitats naturais dos tubarões, o que pode forçá-los ainda mais a buscar alimento perto das cidades. Infelizmente, os tubarões não percebem os prejuízos de se viver nos ambientes urbanos.  Por isso, temos mais um importante motivo para preservar a saúde dos oceanos.


vinicius_novo

Vinícius São Pedro,
Centro de Ciências da Natureza,
Universidade Federal de São Carlos

Sou biólogo e, desde pequeno, apaixonado pela natureza. Um dos meus passatempos favoritos é observar animais, plantas e paisagens naturais.

Matéria publicada em 04.07.2023

COMENTÁRIOS

  • Adriana Heidenreich Bernardes

    TUBARÕES FORA DE FORMA

    Olá, pessoal da CHC 345 de Julho de 2023. Aqui, quem escreve, são os alunos do 3ºano do Ensino FundamentaI I e a professora Adriana Heidenreich Bernardes. Gostamos muito de ler a matéria do biólogo Vinícius São Pedro da Universidade Federal de São Carlos. Descobrimos que maus hábitos alimentares podem levar alguns tubarões que vivem próximos a alguns centros urbanos a ficarem acima do peso devido à fartura de comida e assim não precisarem nadar tanto para buscar sustento. Gostaríamos de saber se os constantes ataques de tubarões a banhistas na cidade de Recife, aqui no Brasil, tem relação com o conteúdo da pesquisa lida na matéria.
    Desde já agradecemos e ficamos aguardando resposta.
    Abraço.
    Turma: Irmã Hercília – Colégio Nossa da Piedade – Congonhas – MG.

    Publicado em 11 de julho de 2023 Responder

  • hugo

    esse e um livro muito legal e divertido recomento muito

    Publicado em 31 de julho de 2023 Responder

  • Eduardo atieh

    olá eu sou o Eduardo eu amo os tubarões e não sabia que os da área urbana eram assim. tchau

    Publicado em 26 de outubro de 2023 Responder

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

O superquique!

Hora de se divertir com experimentos e atividades!

Bateria de moedas

Hora de se divertir com experimentos e atividades!